A ALEGRIA INVADIU MINHA ALMA

A ALEGRIA INVADIU MINHA ALMA
Big Meu Lindo.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

OS MENINOS DA CAVERNA

Resgate na #Tailândia:
Mergulhadores britânicos que acharam meninos tailandeses em caverna são especialistas em resgates difíceis.
Rick Stanton e John Volanthen, que trabalham como bombeiro e engenheiro de computação, respectivamente.

Eles percorreram um longo e sinuoso caminho através da caverna inundada para encontrar as 12 crianças e seu treinador, nove dias depois de terem desaparecido.

A corda do mergulhador britânico estava usando para guiá-los na caverna acabou, então ele subiu para pegar ar e nesse momento ele encontrou os meninos sentados na frente dele! Ele disse que se a corda fosse mais longa, teria passado direto debaixo d'água e não os encontrado!

Samon era o único que falava inglês e conseguiu se comunicar com a dupla de mergulhadores britânicos que achou o grupo em uma câmara de ar da caverna.
A voz calma e o jeito educado do jovem de 14 anos Adul Samon chamaram a atenção quando foi divulgado o vídeo do momento em que os 12 meninos e o treinador de futebol deles foram encontrados após passarem nove dias numa caverna no norte da Tailândia.

"Quantos vocês são?", perguntou o mergulhador assim que avistou os meninos aglomerados sobre uma rocha, tentando se manter distantes da água que inundou a caverna.

Como é a perigosa operação de resgate de meninos presos em caverna na Tailândia

"Somos treze", respondeu o adolescente, em inglês, para então perguntar "que dia é hoje" e dizer que todos estavam famintos. Os mergulhadores responderam que é "segunda-feira" e que o grupo já estava havia mais de uma semana na caverna.

Eles também explicam que precisam deixar os jovens lá, porque tiveram que mergulhar para chegar até o local. Mas acrescentam: "Somos só dois. Mas muita gente está vindo. Mais gente está vindo aqui. Vocês são muito fortes, muito fortes."
Em outra filmagem divulgada pelas equipes de resgate, Adul diz, em tailandês: "Eu sou o Adul. Estou bem de saúde". E faz o tradicional gesto tailandês "wai" de cumprimentar - que simboliza respeito ao outro.

Nos dias que se seguiram, veio à tona a história de vida de Samon, enquanto a Tailândia e o mundo se mobilizavam para tentar salvar os adolescentes e o treinador.

Os 12 meninos e o técnico entraram na caverna no dia 23 de junho depois de um treino, e acabaram surpreendidos por fortes chuvas que inundaram o local e bloquearam a saída.



Rescue in # Thailand:
British divers who have found Thai boys in the cave are experts on difficult rescues.
Rick Stanton and John Volanthen, who work as a firefighter and computer engineer, respectively.
They walked a long, winding path through the flooded cave to find the 12 children and their trainer nine days after they disappeared.

The British diver's rope was using to guide them into the cave ended, so he went up to catch air and at that moment he found the boys sitting in front of him! He said that if the rope were longer, it would have passed straight underwater and not found them!

Samon was the only one who spoke English and managed to communicate with the pair of British divers who found the group in an inner tube of the cave.
The quiet voice and polite manner of 14-year-old Adul Samon drew attention when the video was released as the 12 boys and their football coach were found after spending nine days in a cave in northern Thailand.

"How many of you are?" The diver asked as he saw the boys crowded on a rock, trying to stay away from the water that flooded the cave.

How dangerous is the rescue operation of boys trapped in a cave in Thailand

"We are thirteen," the teenager replied in English, then asking "what day is it today" and saying that everyone was hungry. The divers responded that it is "Monday" and that the group had been in the cave for more than a week.

They also explain that they need to leave the young people there because they had to dive to get to the place. But they add, "There are only two of us, but a lot of people are coming in. More people are coming here, you are very strong, very strong."
In another shoot released by the rescue teams, Adul says in Thai: "I am Adul. I am in good health." And it does the traditional Thai "wai" gesture of greeting - which symbolizes respect for the other.

In the days that followed, Samon's life story surfaced as Thailand and the world mobilized to try to save the teens and the coach.

The 12 boys and the coach entered the cave on June 23 after training, and were surprised by heavy rains that flooded the site and blocked the exit.