A ALEGRIA INVADIU MINHA ALMA

A ALEGRIA INVADIU MINHA ALMA
Big Meu Lindo.

sábado, 31 de maio de 2014

MINHA ADORÁVEL ÍNDIA

A diversidade de idiomas, tradições e modo de viver são o que fazem da Índia um país rico em sua cultura. Ao mesmo tempo que cada estado tem seu próprio modo de expressão, como na arte, música, linguagem ou culinária. A Índia possui vinte e oito estados, tendo cada um deles dois idiomas diferentes e o hindi como idioma nacional. A religião na Índia é muito forte. Grande parte dos indianos são seguidores do hinduísmo. Porém, existem também praticantes do islamismo, budismo, jainismo, siquismo e a menor parte do cristianismo.




A India é um país onde todos os meses ocorre festivais religiosos, alguns festivais chegam a durar de cinco à dez dias, e alguns deles são considerados feriados nacionais. "Existem três feriados nacionais na Índia: os estados e regiões têm festivais locais, dependendo prevalente demografia religiosa e linguística. Festas populares religiosas incluem os festivais hindu de Diwali, Ganesh Chaturthi, Holi, Dussehra e os festivais islâmico de Eid ul-Fitr, Eid al-Adha, Mawlid an-Nabi, que são celebradas em todo o país. Muharram, luto para o neto do profeta Maomé é observado por algumas seitas do Islã. Além disso, os festivais sikhs como Guru Nanak Jayanti, as festas cristãs, como Natal, Sexta-feira Santa e festivais como Jain Mahavira Jayanti, Paryushan são celebradas em certas áreas onde essas religiões têm um impacto significativo a seguir. As férias anuais são amplamente observadas por estado e os governos locais, no entanto, eles podem alterar as datas da observância ou adicionar ou subtrair as férias de acordo com costumes locais", conta o indiano Subhash Mirp, 22 anos.


Segundo Subhash, a India tem hábitos e curiosidades que nenhum outro país tem, como por exemplo, o maior e mais famoso ponto turístico da India é um mausoléu, chamado de Taj Mahal. "O rio Ganges é sagrado para nós, nele é onde nos purificamos das nossas impurezas e pensamentos. Todas às tardes nós tomamos chá, ele é sempre preparado pelas nossas mães ou pelas nossa avós, depois de casado quem prepara é a nossa esposa. O chá é o nosso alimento quando estamos de jejum, é a única coisa que podemos beber. O deepak (lamparina), é um símbolo muito importante aqui pois nós perdemos a ignorância que é como a escuridão, e adquirimos o conhecimento é como a luz", conta o indiano.







Embora esse país esteja se modernizando as raízes plantadas pelos seus ancestrais continuam plantadas entre os indianos,"a cultura indiana é rica e diversificada e, como resultado único em sua forma muito própria. Nossos costumes, maneira de se comunicar um com o outro, etc, são um dos componentes importantes da nossa cultura. Mesmo que tenhamos aceito modernos meios de vida, que melhoraram a nossa vida, nossos valores e crenças ainda se mantêm inalterados. Uma pessoa pode mudar sua maneira de vestir, a maneira de comer e viver os valores, mas rico em uma pessoa sempre permanece inalterada porque estão profundamente enraizados em nosso coração, mente, corpo e alma que recebemos de nossa cultura,"afirma o indiano Sudhir Lad, 28 anos.


Para o indiano Sudhir, o respeito ao outro faz parte da cultura indiana e deveria ter em todos os outros países, "respeitar o outro é outra lição que é ensinada a partir dos livros da cultura indiana. Todas as pessoas são iguais e respeitando uns aos outros é um dever de todos. Em outros países a relação entre o patrão e o empregado é como um mestre e escravo e é puramente monetária enquanto na cultura indiana, a relação entre o patrão e o empregado é mais como as relações caseira ao contrário de países estrangeiros. Útil natureza é outra característica marcante na nossa cultura indiana. Desde nossos primeiros dias da infância, somos ensinados a ajudar uns aos outros que precisam de ajuda e socorro. Se não monetárias, pelo menos em espécie ou em formas não-monetárias. Cultura indiana nos diz para multiplicar e distribuir alegria e felicidade e de tristeza e dor partes. Ela nos diz que por tudo isto, podemos desenvolver a cooperação e uma melhor vivência entre nós e, posteriormente, fazer deste mundo um lugar melhor para se viver," frisa Sudhir.




Outro fator muito falado em relação a cultura indiana é o sistema de casta, " a divisão de casta é assim: no sistema antigo, as pessoas eram divididas de acordo com sua posição social. Os grupos eram: brâmanes (religiosos e nobres), xatrias (guerreiros), vaixias (agricultores e comerciantes), sudras (escravos) e párias (sem castas), mesmo a Índia sendo um país de várias religiões e castas, nossa cultura nos diz apenas uma coisa: Phir bhi dil hai hindustani (respeitar um ao outro),"explica o indiano Sudhir.